sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Site de jantares compartilhados conquista brasileiros e preocupa donos de restaurantes


Soluções de jantares compartilhados vêm ganhando novos adeptos em todo o Brasil e preocupa setor gastronômico

Já estamos acostumados a ver nos noticiários protestos contra a existência do Airbnb e Uber, nichos de hospedagem e transporte individual de passageiros. Dois setores que estão sendo devorados por soluções de economia compartilhada, deixando para trás empresas que jamais pensaram ter que enfrentar tal inovação disruptiva. 



  1. Com a promessa de empoderar as pessoas que amam cozinhar e trazer uma experiência gastronômica nova para os apreciadores de uma boa culinária, o Dinneer.com segue a mesma proposta do site de hospedagens Airbnb. A diferença é que ao invés dos anfitriões transformarem suas casas em um hotel, eles transformam suas próprias casas em um restaurante caseiro.

    Segundo o fundador do serviço, o site de jantares compartilhados começa a enfrentar algumas ameaças do setor gastronômico.

    “Fui procurado por um sindicato de restaurantes que questionaram o funcionamento do nosso serviço em São Paulo.
    Fiquei surpreso com a iniciativa um pouco tanto ameaçadora pois nosso objetivo não é competir com os restaurantes mas sim empoderar as pessoas que amam cozinhar e não tem condições financeiras de abrir seu próprio restaurante. Os anfitriões veem no Dinneer uma forma de começar a trabalhar com comida dentro de casa até conseguir capital suficiente para abrir o seu próprio restaurante.  Além disso, nós levamos riqueza para dentro das casas dos cozinheiros, que complementam a sua renda familiar de uma forma rápida.” Diz Flavio Estevam

    Existem muitos adeptos a moda da economia compartilhada no Brasil, como a arquiteta Teresa mendes do Rio de Janeiro que já está na plataforma a 10 meses.

    “ Já recebi dezenas de visitantes na minha casa e todas as vezes recebemos pessoas incríveis na minha casa. Sabemos que a tendência da economia compartilhada é um caminho sem volta, e temos que aderir” diz a anftitriã


A plataforma que nasceu no Brasil hoje apresenta mais de 3.000 opções de anfitriões tanto no Brasil quanto em outros 43 países.
As principais cidades são Rio de Janeiro, São Paulo, Lisboa e Londres. 


O site informa que pessoas do mundo inteiro podem se candidatar para um cozinheiro anfitrião. 

Basta fazer um cadastro gratuito no site www.dinneer.com, colocando a sua melhor receita e garantir ao site que irá receber os visitantes com muito carinho.


Bom apetite ! 


Nenhum comentário: